terça-feira, 27 de setembro de 2011



SUITE OUTUBRO
&
8 Prelúdios em Memória dos Índios e dos Bichos.
(Estréia Mundial)
Salomão Habib
Violões Decacorde e Hexacorde


Dando prosseguimento a temporada de concertos em Belém, o violonista paraense Salomão Habib estréia em Belém algumas de suas mais novas composições para violão solo: “SUITE OUTUBRO”, peça instrumental que retrata o encanto, atmosfera, cores e vibrações do mês de Outubro, mês de festas, religiosidade, fé, e congregação das famílias paraenses. O concerto apresentará a estréia de peças recentes compostas pelo violonista Salomão Habib.
ALVORADA, o primeiro movimento, retrata o amanhecer do segundo domingo de outubro dia em que é realizada a procissão do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, manifestação religiosa que reúne mais de 4 milhões de pessoas pelas ruas da capital paraense, Belém. Pássaros cantores, periquitos e os sinos da catedral são evidenciados na peça de abertura.
ORAÇÃO, uma peça mais introspectiva mostra a fé do povo paraense, a religiosidade e o amor dedicado à Virgem de Nossa Senhora de Nazaré. Oração é a forma particular de ligação entre céu e terra; é a força da fé sintetizada em sons e devoção.
PROCISSÃO evidencia o andamento da caminhada que conduz a berlinda; o caminhar da reflexão, da louvação; o ritmo do amor nas luzes das velas da trasladação e do brilho do sol na manhã do Círio.
FESTA é o renascimento, a consagração da união do amor no seio da família; embora considerada profana a comemoração do almoço é que une os laços e aperta os nós que sustentam os lares e renovam as esperanças por dias melhores.
Os PRELÚDIOS EM MEMÓRIA DOS ÍNDIOS E DOS BICHOS trás uma crítica direta ao extermínio da fauna e da flora e sobretudo da milenar cultura indígena provocado pela construção da Hidrelétrica de Belo Monte. Embora instrumental a peça possui um forte caráter dramático simbolizado pelo choro triste e lamentoso do cacique Raoni ao ser informado por um de seus companheiros da tribo que a licença para a construção da barragem havia sido concedida pelo governo federal. O compositor ao ver a foto do cacique chorando, indignou-se com tamanha crueldade contra a cultura ancestral e inspirou-se a fazer um isolado mas profundo protesto contra este verdadeiro extermínio das piracemas e das mais variadas formas de vida.
A SUITE OUTUBRO
I – ALVORADA
II – ORAÇÃO
III – PROCISSÃO
IV – FESTA
PRELÚDIOS EM MEMÓRIA DOS ÍNDIOS E DOS BICHOS:
I – PORQUE CHORAS RAONI?
II – MEMÓRIA DOS KARARAÔ
III – MEMÓRIA DOS PEIXES
IV - MEMÓRIA DAS GARÇAS
SÉRIE CARIMBÓS
CARIMBÓ No. 1
CARIMBÓ No. 2
CARIMBÓ No. 3
CARIMBÓ No. 7
O violonista possui mais de 180 músicas instrumentais para violão solo e cerca de 150 canções com letra e música de sua autoria além de 60 composições em parceria com os poetas João de Jesus Paes Loureiro, João Gomes, Antonio Tavernard, Eduardo Neves, Ronaldo Silva e Mei Loureiro Habib. Recentemente a obra solo de Habib intitullada “SUÍTE DAS AMAZONAS” foi escolhida para integrar o programa do “WORLDWIDE GUITAR CONNECTION” um ciclo de concertos que selecionou seis grandes compositores para violão do mundo contemporâneo para fazerem parte do programa de concertos realizados este ano de 2011 na Europa, Ásia, Oceania, América e África. No ano de 2009 Salomão Habib foi selecionado entre mais de duzentos vilonistas para fazer parte da maior turnê já realizada por um músico solista; foi pelo projeto SONORA BRASIL do SESC Nacional, que visitou com uma série de concertos, todos os estados do Brasil totalizando em cinco meses e meio de turnê, 88 concertos solo, divulgando a música Amazônica para violão solo. Habib é também pesquisador de música indígena tendo sido premiado em 2009 pela Fundação Nacional da Arte pela composição de 12 Rituais Sinfônicos, para Orquestra de Violões, baseado em tradições ritualísticas musicais de 12 etnias indígenas do Brasil. Atualmente o violonista dedica-se ao resultado da pesquisa de 22 anos sobre a história do violão na Amazônia tendo como foco central a obra do inesquecível compositor paraense Tó Teixeira, do qual Habib grava 01 DVD Documentário, 01 Cd, 01 Livro de 10 capítulos sobra a história do violão no Pará além de 01 livro de partituras.

Nenhum comentário: