segunda-feira, 25 de maio de 2009

Um Dia Vais Passear Comigo em Minha Aldeia

Aguatá nse coty xe taba pupé
Nda soô ruã inxé
O que vão dizer quando voltar,
Arrebatador, decifrando a juventude
O índio cantador
Flecha azul rasgando o sol
Músculos de dor
No fundo do peito tem apenas fúrias e flor
No fundo do peito ele tem unhas de metal
Pra sorrir tinha que colher estrelas
Marauá tinha penas na cabeça
Coração de seiva e olhos de suí
Quis voltar tribo não quis receber
Ficou a chorar no rio
E a lua foi lhe consolar
E ele cantou desafiando o trovão
Convulsivamente enfeitiçou
Flecha de três pontas preparou
Celebrou o fim
Quem molha teus olhos
Rouba tua cor, deixa-te assim
Índio cantador da dor da terra que perdeu
Aguatá nse coty xe taba pupé
Nda soô ruã inxé
Umãpé xe raperana rana?

Um comentário:

Tom Farias disse...

gostaria de ter o áudio desta canção, se poderes me enviar meu email é tomfariasaovivo@gmail.com muito grato em ter visto esta letra mais uma vez.