domingo, 4 de abril de 2010

sábado, 3 de abril de 2010

A história


Nascido em Belém do Pará, Salomão Habib, músico autodidata, vem se destacando como concertista e compositor desde 1986. Premiado com o 1o lugar no 2o Festival de Música Popular Paraense, 1993, obteve também o 3o lugar e o prêmio de melhor arranjo. Possui trabalhos divulgados na França, Japão, Colômbia, Estados Unidos, Holanda e República Tcheca, já tendo realizado turnês nacionais e internacionais, apresentando composições próprias e versões de outros compositores, tanto no campo popular como no erudito. Iniciou seus estudos eruditos com Léo Soares no RJ aperfeiçoando-se mais tarde com Henrique Pinto em São Paulo. Obteve em 1992, o troféu “Edgar Proença” em Belém do Pará, como Melhor Música do Ano (“Parceirinho”) Gravou inúmeros concertos para a Rádio e TV Cultura do Pará, tendo também cedido composições para trilha sonora do programa “Globo Repórter” exibido pela Rede Globo de Televisão, além de conquistar no mesmo ano, o trofeu “Tribuna de Minas” como melhor trabalho instrumental, na cidade de Juiz de Fora /MG. Foi premiado com o 1o lugar no concurso de composições da Associação de Compositores Letristas Intérpretes e Músicos em 1993, cujo primeiro prêmio foi a gravação de um disco. Salomão Habib foi convidado para realizar concerto dentro da programação cultural da OEA - Organização dos Estados Americanos -XXIV Assembléia Geral sediada em Belém-Pa. Foi solista do conjunto de música Folclórica do Japão a convite do Consulado daquele país. Realizou trabalhos de arte educação na rede de ensino público e privado com projetos patrocinados por empresas locais destinado à formação intelectual e criativa da criança. Foi Professor Fundador da Universidade Estadual do Pará no curso de Educação Artística - Habilitação no período entre 1991 e 1992. Realizou palestras no Museu Paraense Emílio Goeldi como membro do projeto “Renas”, subvencionado pelo Governo do Canadá com o Tema ‘O Caboclo, a música e tradições : Uma cultura em extinção” , em 1997. Em novembro de 1998 realizou Tournê na Venezuela onde apresentou o espetáculo “Cantos D’alma” no auditório do Instituto Cultural Brasil - Venezuela em Caracas. Realizou com sucesso de público e crítica, em dezembro de 1998 uma turnê pela Alemanha com o apoio do Instituto Cultural Brasileiro em Berlim, onde divulgou o CD “A Música e o Pará” nas cidades de Berlim, Frankfurt, Colônia, Sttutgart, Gottingen, Kassel e Northeim. Em 1999, foi condecorado em Cuba em recente Turnê, com o “Diploma da Medalha de Prata” concedido pelo Governo Cubano, em reconhecimento à divulgação da cultura cubana no Brasil. Em fevereiro de 2000 realizou turnê por Portugal onde tocou, a convite da Embaixada do Brasil, em Lisboa. Novamente a convite do Instituto Cultural Brasileiro em Berlim realizou com sucesso de público e crítica, concertos em Berlim, Northeim e Göttingen. Em julho de 2000 realizou com sucesso um concerto no Stadthaus em Zurique, Suiça a convite de uma das mais importantes instituições de cultura da Alemanha , a “Casa Mann”. Em 2001, realizou com sucesso de público e crítica vários concertos na região Sul do país, nas cidades de Porto Alegre, Santa Rosa, Ijuí, Cruz Alta, e Santo Ângelo / RS. Realizou vários concertos por intermédio do Circuito Cultural Banco do Brasil em parceria com o violonista gaúcho Yamandú Costa, em junho de 2002. Foi o idealizador e coordenador geral do projeto TERÇA MAIOR patrocinado pela empresa Amazônia Celular, pelo qual desde abril de 2001, passaram mais de 210 músicos da Região Norte, num total até o momento de 182 espetáculos musicais. Em 2003, compôs a música do filme “CONSPIRAÇÃO DO SILÊNCIO” do cineasta Ronaldo Duque. Idealizou e coordenou o projeto VISÃO MUSICAL de música instrumental, realizado no Shopping Iguatemi durante todo o ano de 2003, sempre às sextas-feiras. Em 2004, na coordenação e idealização do projeto ARTE CELPA, contabilizou 54 espetáculos musicais, com a participação de mais de 180 músicos das mais diversas vertentes. Foi condecorado com o DIPLOMA DE HONRA AO MÉRITO pelos relevantes serviços prestados no campo cultural ao Estado do Pará, por proposição do Deputado Estadual José Megale. Idealizou e realizou o Circuito “Música Vida” no Hospital Universitário João de Barros Barreto. Através do CD intitulado “Canções do Brasil”, editado pelo selo “A Palavra Cantada” recebeu o prêmio CARAS de Música, também em 2004. Em 2005, foi condecorado com a MEDALHA DO MÉRITO LEGISLATIVO, por proposição do Presidente da Assembléia Legislativa Deputado Estadual Mario Couto.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Canção de Pai

Composição : Salomão Habib
 
Virar todas as esquinas
Ruas onde mora um anjo,
Onde a solidão possa fugir
Vem! És a minha estrela guia,
Canto pra alegrar a filha,
Ouve essa canção de pai
Eu preparei no violão
Uma canção que eu fiz pra ti
Pra te falar da vida e pra sorrir
As Três Marias iluminaram teu cavalo, teu alazão
Pra que ele possa galopar com direção
Saberás eu sei, eu sei
Nem tudo é como a gente, agente quer
É como um guajajara a soluçar
Por ver sua seara se acabar
Não chore não filhinha temos flores no quintal
Trilhar as tuas manhãs de sol
Tua companhia livre
A tua palavra doce
Derrete no coração
A bicicleta a te levar
Como um tiê rasgando o ar
E na garupa levas o mundo
Se te esconderes vou te achar
O teu herói vai te encontrar
Enquanto a mãe nos tece de alegria
Quando na praça vais brincar
E o cachorrinho a acompanhar
Laço de fita de cetim
Da cor lilás
Lindo é pedalar a bicleta
Cantar salamê-minguê
Ciranda vida piruêta,
Agradecendo o dia